O Poder do Hábito – Resumo


Que tal escutar este conteúdo ao invés de ler? Aperte o play acima e sinta a comodidade.

Imagine por um instante um hábito que você realmente queira começar a ter.

Pode ser ter uma alimentação saudável, ler ou praticar exercícios.
Vamos dizer por exemplo que você queira correr para poder emagrecer ou para entrar em forma.
Mas mesmo que você tente e mesmo que você consiga correr alguns dias depois de um tempo você acaba se distraindo esquecendo ou até desistindo da meta.

Agora se eu te perguntasse: Por que VOCÊ não consegue, mas aquela amigo que vive postando fotos consegue?

Antes que você pense que seja por que ele é mais novo que você, que tenha mais força de vontade ou que tem o dinheiro necessário para comprar os melhores tênis é importante saber como um hábito funciona.

E todo hábito funciona mais ou menos da mesma maneira.

No começo existe o que chamam de DEIXA.
É uma deixa ou situação que faz você ficar com vontade de correr.
Um estímulo que faz com que seu cérebro entre em modo automático e indica qual hábito ele deve usar.

Estudos dizem que essa deixa pode ser um local específico uma hora do dia um estado emocional uma outra pessoa que te chama ou apenas um padrão de comportamento que engatilha uma rotina.

Então no nosso exemplo quais poderiam ser as deixas?

O caminho para o serviço ou o parque perto de casa,correr logo após de acordar, chamar outras pessoas ou baixar aquele aplicativo que sempre te fale quando correr.

Para mim é correr logo após de acordar. Essa é a minha deixa para correr.

A próxima parte do loop do hábito é a rotina. O próprio comportamento que no nosso exemplo é a própria ação de correr.

Já a última parte da formação de um hábito e talvez aqui esteja o segredo entre uma pessoa que consegue correr frequentemente e outra que não, é a recompensa.

É a recompensa que faz um hábito existir!
Por muitas vezes é difícil encontrar qual é a recompensa. Mas e aí qual seria a recompensa em correr?
Poderia ser o emagrecimento ou a boa forma física.
E realmente para alguns isso funciona porém para outros não.

Comer um doce após a corrida, registrar quantos quilômetros você correu ou competir entre amigos para ver qual amigo está correndo mais são algumas formas de recompensas.

Então para se formar um hábito precisa dessas três partes:
-Uma deixa
-Uma rotina
-Uma recompensa

O legal é que depois de um tempo começamos a ter uma sensação boa um grande anseio antes mesmo de fazer a rotina.

É nesse momento que o hábito foi realmente criado.
Quem corre há bastante tempo vai saber do que estou falando e também sabe outra coisa: bons hábitos levam a outros bons hábitos.

Você também deve ter um amigo que faz bastante exercícios, se alimenta bem e também acorda cedo.

Porém como nada na vida é perfeito, tudo que acontece para os bons hábitos acontecem também para os maus.

Mas e aí o que fazer se eu tenho um hábito que eu queira realmente parar?

Digamos que todos os dias no meio da tarde seu amigo vai até o restaurante mais perto e come um salgado.

Seu amigo quer mudar esse hábito por que o último exame de colesterol dele deu alto.

Novamente para entender o porque não conseguimos nos afastar de maus hábitos, temos que olhar o ciclo do hábito.

A deixa no caso do seu amigo como você e ele podem verificar acontecia todos os dias entre as 15hs e 15:30hs, ou seja era o tempo a deixa para o hábito.

O próximo passo é encontrar a rotina que nesse caso era de sair do trabalho rapidinho ir no restaurante mais próximo comprar um salgado e ficar conversando com as pessoas de lá.

A última parte é a recompensa!
E qual seria a recompensa?
-É a de andar até o restaurante?
-É a fome?
-Ou seria a vontade de conversar com os amigos?

Cada um tem a sua própria recompensa e identificá-la é importantíssimo.

Digamos que a recompensa não seria nada a ver com os salgados, mas sim, em conversar com os amigos.
Sabendo disso ele poderia sair pra conversar e deixar de lado o colesterol alto.

A quantidade de hábitos na nossa vida é impressionante.

Cerca de 45%do nosso dia é constituído por eles.

Desde qual tênis colocar primeiro, escovar o dente logo após acordar, passando por olhar no celular toda vez que ele vibra, colocar shampoo no cabelo até fazer espuma, até chegar nos maiores desejos.

E Você? Qual hábito você quer começar ou mudar?

Espero que você tenha gostado desse breve Resumo do Livro “O Poder do Hábito”.

Criar bons hábitos ou mudar os maus leva um certo tempo, mas saber como se funciona o hábito já é o primeiro passo da sua jornada.

Agora é a hora de colocar em prática!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here